Prêmio Porto Maravilha Cultural

< Voltar

Oficinas de História na Zona Portuária

Imagem de Oficinas de História na Zona Portuária

O Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos (IPN) acredita que todo patrimônio, seja ele Material ou Imaterial, precisa ser reconhecido pela população para que seja valorizado e respeitado como tal. As Oficinas de História no IPN e as Oficinas de História a Céu Aberto, com o apoio do Prêmio Porto Maravilha Cultural, pretendem contribuir para esta socialização, atraindo alunos dos ensinos Médio e Superior, professores, profissionais do turismo, moradores da localidade e da cidade, turistas e outros interessados.

Oficinas
- Patrimonialização da Cultura Afro-brasileira na Zona Portuária. 
- Cosmogonia Africana, a Visão de Mundo do Povo Yorubá
- História do Mercado de Escravos do Rio de Janeiro
- Escravidão, Leitura de Imagens
- História da África através de Imagens
- Mídia, Racismo e Educação 
- História de Mulheres Incríveis
- A Mulher e o Sagrado parte I e II
- História Indígena
- História dos Pretos Novos
- Hospital de Escravos da Imperial Fazenda Santa Cruz
- Como Trabalhar com os ?Pretos Novos? na Sala de Aula
- Oficina: Religiosidade Brasileira
- História da Zona Portuária
- Memória e Patrimônio no Contexto da Sóciomuseologia
- Cultura Material Afro Religiosa e A Arqueologia da Diáspora Africana 
- Igrejas de Negros 
- Conto de Tradição Oral Africana e Afrobrasileira
- Contos de Tradição Indígena - Tupinambá e Karipuna 
- As nações de angola na era do trafico negreiro para o Valongo: 1780/1830 
- As nações do congo na era do trafico negreiro para o Valongo: 1780/1830 
- As nações da costa da mina na era do trafico negreiro para o Valongo: 1780/1830
- As nações de Moçambique na era do trafico negreiro Para o Valongo: 1780/1830 
- Oficinas a Céu Aberto 
- Caminho da escravidão
- Memória e Patrimônio da Zona Portuária

Produtor: Instituto Pretos Novos 
Corpo técnico
Coordenador do Núcleo
Julio Cesar Medeiros - Professor Doutor em história da Ciência e da Saúde pela Fiocruz 
Diretores da Divisão de Ciências Sociais
Carla Nogueira Marques - Profª. doutoranda em Políticas Públicas e Formação Humana - PPFH/Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj )
Simone Pondé Vassallo - Doutora em Antropologia Social pela Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales de Paris
Diretores da Divisão de História Social
Cláudio de Paula Honorato - Professor mestre em História Social da Universidade Federal Fluminense (UFF)
Reinaldo B. Tavares - Mestre em Arqueologia, Professor de História Social
Elaine C. Marcelina Gomes - Mestre em História Social
Diretor da Divisão de Arqueologia 
Reinaldo B. Tavares - Mestre em Arqueologia
Professores e pesquisadores convidados
Oscar S. Moyae - Mestre em Políticas Públicas e Formação Humana da UERJ
Marcelo Monteiro - Presidente Centro de Tradição Afrobrasileira (CETRAB) e diretor do Instituto de Pesquisa Pretos Novos
Carlos Eugênio Líbano Soares - Pós-doutorado em Arqueologia Histórica da UFRJ
Cristiane Pantoja - Papiõn Karipuna
Claudia Marques - Encantadora e contadora de Histórias, mestre em Literatura e escritora
Pamela Cristina (Alemap Ororo) - Contadora de História, orgamista, artista plástica escritora

Cronograma
De 11 de março a 28 de novembro
Confira calendário mês a mês (sujeito a alterações) 
Centro Cultural José Bonifácio (Rua Pedro Ernesto 80), Instituto Pretos Novos (Rua Pedro Ernesto 32) e em roteiros pela Região Portuária e Centro.
http://www.pretosnovos.com.br 
www.facebook.com/institutopretosnovos