Museu do Amanhã inaugura exposição temporária Coronaceno e marca um ano da pandemia

Social, Cultural | 15/03/2021

A exposição ‘Coronaceno: Reflexões em tempos de pandemia’, foi inaugurada no dia 4 de março e convida o público a uma reflexão sobre os impactos do Coronavírus e da forma como a vida mudou no último ano. Em seis espaços diferentes, a mostra temporária destaca a importância da relação entre o homem, a ciência e a globalização.

 No núcleo “Essenciais” o visitante tem acesso a uma área dedicada aos profissionais da linha de frente e dos serviços essenciais. A homenagem é feita por meio de retratos de enfermeiros, médicos, motoristas e entregadores. Na área “Sociedades Transformadas”, a exposição retrata os impactos sociais, ambientais e econômicos causados pela doença. O destaque fica para os vídeos que realçam os diferentes contextos da sociedade. A mostra ainda homenageia as mais de 200 mil vítimas da doença no Brasil em um memorial aos que partiram. A ciência e os novos meios de se fazer cultura também foram destacados. 


 Em busca da esperança de um futuro melhor, a exposição retrata a ciência como protagonista, mas reforça que tudo depende das nossas relações com as pessoas e o meio ambiente. 

"Refletir sobre essa pandemia é primeiro trazer o significado do luto, da tragédia que está inserida nesse contexto. O segundo aspecto dessa reflexão é trazer à tona a importância da ciência pra vida, pro dia a dia",  reforça Ricardo Piquet, diretor-geral do Museu do Amanhã e presidente do IDG.

No fim da exposição, o destaque é a cultura, um dos setores mais atingidos pela pandemia. A mostra apresenta os problemas enfrentados e a transformação do segmento.

 "Cultura não só trouxe bem estar para os momentos de maior isolamento social, bem estar mental, mas também permitiu essa resiliência, usando a criatividade como uma forma da gente mostrar que, sim, iremos passar por tudo isso", diz Leonardo Menezes, curador da exposição Coronaceno.

 O Museu do Amanhã adotou todos os protocolos de segurança para os visitantes . A exposição fica disponível até 30 de maio e a compra de ingressos é feita somente pela Ingresso Rápido. A realização do projeto é do IDG/Museu do Amanhã, em parceria com a Globo, a GloboNews e a Fiocruz.




Texto: Pedro Dias | Foto: Pedro Dias