IPN divulga datas de visitas guiadas entre abril e novembro de 2018

Cultural | 10/01/2018

O Instituto de Pesquisa e Memória dos Pretos Novos (IPN) abriu inscrições para a temporada 2018 de visitas guiadas gratuitas ao Circuito da Herança Africana. As datas entre abril e novembro e as instruções para se inscrever estão disponíveis aqui. Sucesso de público em 2017, os passeios devem atrair ainda mais pessoas à Região Portuária neste ano. Números recentes divulgados pelo IPN mostraram que dos mais de 89 mil visitantes que o IPN teve em 12 anos, 16 mil estiveram no instituto no ano passado.

Pontos mapeados do Circuito da Herança Africana na Região Portuária do Rio
Cada ponto indicado remete a uma dimensão da vida dos africanos e seus descendentes na Região Portuária. O Cais do Valongo e da Imperatriz representa a chegada ao Brasil. O Cemitério dos Pretos Novos mostra o tratamento indigno dado aos restos mortais dos povos trazidos do continente africano. O Largo do Depósito era área de venda de escravos. O Jardim Suspenso do Valongo simboliza a história oficial que buscou apagar traços do tráfico negreiro. Ao seu redor, havia casas de engorda e um vasto comércio de itens relacionados à escravidão. A Pedra do Sal foi ponto de resistência, celebração e encontro. E, finalmente, a antiga escola da Freguesia de Santa Rita, o Centro Cultural José Bonifácio, referência da cultura negra, remete à educação e à cultura como instrumentos de libertação em nossos dias.