CET-Rio anuncia esquema especial de trânsito na Região Portuária de 10 a 12 de março

Obras, Mobilidade | 07/03/2017

Via Expressa será fechada no sentido Aterro do Flamengo para operação de retirada de guindaste de 110 toneladas do empreendimento em construção na área

A Via Expressa e o Túnel Marcello Alencar serão interditados no período de 10 a 12 de março para operação de retirada de uma grua (guindaste) do empreendimento na Região Portuária do Rio de Janeiro. Em ação coordenada pela Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro (CET-Rio) e pela Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (Cdurp), as interdições terão início às 22h de sexta-feira com término às 16h de domingo. Para a operação, serão fechadas as três faixas da Avenida Rodrigues Alves (Via Expressa) sentido Aterro do Flamengo e uma faixa de rolamento do lado esquerdo no sentido Rodoviária.

A grua utilizada na construção do empreendimento imobiliário na Avenida Rodrigues Alves está a 99 metros do nível da rua, no alto do edifício. Com 50 metros de altura, em uma base de 20 metros e peso aproximado de 110 toneladas, precisará ser desmontada com o apoio de dois guindastes, um de 500 toneladas e outro de 140 toneladas, que ficarão posicionados na Via Expressa. A operação está planejada para durar 42 horas, durante o fim de semana, gerando menor impacto para o trânsito.

A CET-Rio recomenda que motoristas evitem a região. Os veículos que chegam da Avenida Brasil com destino ao Centro devem seguir pela Avenida Rodrigues Alves, utilizar o piso de concreto do BRT e acessar a Via Binário do Porto pela a Rua da Gamboa, ou poderão seguir pela Avenida Francisco Bicalho, Avenida Presidente Vargas e Avenida Rio Branco. Aqueles que vêm do Aterro do Flamengo em direção à Avenida Brasil devem evitar a região e seguir preferencialmente pela Rua Primeiro de Março, Túnel Rio450 e Via Binário do Porto. O melhor caminho para quem precisa chegar à Zona Sul é a Linha Vermelha. Os veículos em direção ao Centro devem seguir Avenida Brasil, Rua Couto de Magalhães, Rua Senador Bernardo Monteiro, Rua Visconde de Niterói, Radial Oeste e Avenida Presidente Vargas (ver mapa).



A operação de trânsito vai mobilizar 55 agentes, controladores da CET-Rio e Porto Novo, guardas municipais e pessoal de apoio com viaturas e motocicletas que trabalharão para manter a fluidez, ordenar os cruzamentos e fornecer orientação adequada aos pedestres e motoristas. O Centro de Operações Rio (COR) vai monitorar a área do evento com câmeras para implantar ajustes na programação dos semáforos com o objetivo de garantir o fluxo. Serão utilizados seis painéis móveis de mensagens variáveis além de painéis fixos com informações sobre as condições de trânsito no entorno da operação.