Alterações viárias para abertura da Via Expressa

Obras, Mobilidade | 08/06/2016

Baixe a apresentação da coletiva de imprensa

Maior túnel subterrâneo do país substituirá o Elevado da Perimetral, e primeira galeria será inaugurada no dia 19

A Prefeitura do Rio vai inaugurar a primeira galeria do Túnel Prefeito Marcello Alencar no dia 19 de junho. Parte da Via Expressa, uma das principais obras do Porto Maravilha, o maior túnel subterrâneo do País tem 3.382 metros de extensão e é composto por duas galerias - Continente (sentido Aterro do Flamengo) e Mar (sentido Avenida Brasil). O túnel tem três faixas de rolamento por sentido que farão a ligação entre o Armazém 8 e a Avenida General Justo. A galeria Continente, com 3.370 metros e capacidade para receber até 55 mil veículos por dia, será a primeira inaugurada.

Para adequar a configuração viária do Centro e da Região Portuária da cidade à abertura da Via Expressa e do Túnel Prefeito Marcello Alencar, a Secretaria Municipal de Transportes e a Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio (CET-Rio) vão implementar mudanças na circulação de veículos para melhorar o trânsito na área.

As modificações começam 0h de sábado, 11 de junho, com novos acessos de veículos ao Aeroporto Santos Dumont. Os motoristas que vierem do Aterro do Flamengo em direção ao aeroporto vão utilizar a antiga alça no sentido Centro, cerca de 120 metros antes da entrada do Trevo dos Estudantes. A circulação da via será em direção à Avenida Almirante Silvio de Noronha, que passará a ter sentido único ao invés da atual mão dupla.

Na chegada à avenida, os motoristas farão o contorno no estacionamento do aeroporto e seguirão para os terminais de embarque e desembarque. Os veículos vindos da Avenida Beira-Mar também contarão com novo acesso, a partir do Trevo dos Estudantes seguindo para a Avenida Almirante Silvio de Noronha.

No mesmo dia, será fechada a ligação do Aterro do Flamengo com a Avenida Presidente Antônio Carlos, completando a nova circulação de veículos no entorno do Aeroporto Santos Dumont. Com isso, o acesso à avenida será apenas pelo Trevo dos Estudantes para quem vem do Aterro.



As alterações na Região Portuária terão início no dia 17 de junho a partir das 22h, quando será fechado o acesso da Avenida Brasil, Linha Vermelha e Ponte Rio-Niterói à Rua Comandante Garcia Pires e à Avenida Cidade de Lima (“Binarinho”). Com isso, o acesso à rodoviária será feito pelo Viaduto do Gasômetro em direção à Via Binário do Porto.



Os ônibus intermunicipais e municipais passam a trafegar pela faixa exclusiva do futuro BRT Transbrasil na Avenida Rodrigues Alves até a Rua da Gamboa, na Cidade do Samba.



No dia 19 de junho, será inaugurada a Via Expressa que ligará a Avenida Brasil e a Ponte Rio-Niterói ao Aterro do Flamengo. A nova via terá três faixas no sentido único com saída direta para Avenida General Justo, tornando-se um importante acesso ao Aeroporto Santos Dumont e bairros como Castelo, Botafogo e Copacabana.



A
penas ônibus executivos (“frescões”) municipais e intermunicipais vão trafegar pela Via Expressa, sem paradas. Será proibida a circulação de caminhões na nova via.



A Via Expressa vai desafogar o fluxo de veículos nos túneis Santa Bárbara e Rebouças, com redução de tráfego é estimada em 30% e 20%, respectivamente, no horário de pico da manhã. Estima-se que no Santa Bárbara, sentido Zona Sul, a redução será de 800 veículos de um total de 3.400 no horário de pico da manhã. Já o Rebouças, no sentido Zona Sul, no mesmo horário, a perspectiva é a redução de 700 veículos do total de 4.200.

Novo túnel faz parte da nova mobilidade urbana da cidade
O novo túnel integra o conjunto de mudanças promovido pela Prefeitura do Rio na construção de um novo modelo de mobilidade urbana. Na região do Porto Maravilha, as vias Binário do Porto (inaugurada em novembro de 2013) e Expressa substituem o conjunto Avenida Rodrigues Alves e Elevado da Perimetral. As alterações redesenham o sistema viário, criam novas áreas para pedestres e ciclistas e introduzem novos meios de transporte como o BRT, que entrará em operação em 2017, e o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), com a primeira etapa Rodoviária-Aeroporto inaugurada no dia 5 de junho.

O túnel foi construído e será operado pela Concessionária Porto Novo, contratada pela prefeitura para executar as obras e prestar serviços públicos nos 5 milhões de metros quadrados da Área de Especial Interesse Urbanístico da Região do Porto do Rio de Janeiro. Tem duas baias de refúgio em cada sentido e nove portas de emergência entre as galerias com distância aproximada de 300 metros entre cada. Duas delas serão voltadas também ao acesso de veículos em atendimentos de emergências.