Prefeitura inaugura trecho da Orla Conde no Porto Maravilha

Obras, Cultural | 03/04/2016

Nova Orla da Guanabara Prefeito Luiz Paulo Conde terá em toda a sua extensão 3,5 km de espaço de lazer para pedestres e ciclistas

Deck sob a ponte Arnaldo Luz no trecho de 600 metros da Orla Conde inaugurado

A Prefeitura do Rio inaugurou no domingo, 3 de abril, trecho da Orla da Guanabara Prefeito Luiz Paulo Conde, uma área de 600 metros antes restrita ao uso militar. Agora a população terá livre acesso ao caminho entre o Museu do Amanhã, na Praça Mauá, e a Praça Barão de Ladário, na Rua Visconde de Inhaúma, paisagem até então desconhecida às margens da Baía de Guanabara, entre a Ilha das Cobras (da Marinha) e o Mosteiro de São Bento.
Acordo celebrado entre a Prefeitura do Rio e o Comando do 1º Distrito Naval no processo de demolição do Elevado da Perimetral permitiu a criação do passeio na parte central da Orla Conde. O novo trecho com 23.627 m² de área ganha mobiliário urbano e paisagismo diferenciado em 22 jardins com plantas como pata-de-vaca, ipê amarelo, pau-brasil e pitanga. A construção do passeio que margeia a Baía de Guanabara lançou um desafio de engenharia para a execução de uma passagem em forma de bumerangue com 70 metros de extensão sob a ponte que dá acesso à Ilha das Cobras. Para essa obra, balsas foram utilizadas na fixação de oito estacas metálicas que compõem a fundação da estrutura com piso revestido em madeira de deque.

O prefeito Eduardo Paes comemorou a abertura do espaço aos cariocas: "Inaugurar este trecho representa o resgate da cidade com a sua razão de ser: a Baía de Guanabara. E isso foi possível graças ao diálogo da prefeitura com a Marinha".    


Detalhe do trecho de 600 metros inaugurado entre as praças Mauá e Barão de Ladário

A área de convivência de 287 mil metros quadrados e 3,5 quilômetros desde o Armazém 8 até o Museu Histórico Nacional marca o novo desenho urbano traçado pelo conjunto de obras do Porto Maravilha executado pela Concessionária Porto Novo.

Do passeio o carioca vê...  
Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ): Organização Militar da Marinha do Brasil instalada na Ilha das Cobras, no interior da Baía de Guanabara, é o principal centro de manutenção da Marinha do Brasil.  
Mosteiro de São Bento: Fundado por monges beneditinos vindos da Bahia em 1590. O prédio foi construído com pedras retiradas do Morro da Viúva, no Flamengo, por africanos escravizados.  
Novo ícone da Região Portuária, o Museu do Amanhã explora possibilidades de construção do futuro. Erguido na PPP do Porto Maravilha e projetado pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava sobre a Baía de Guanabara, foi inaugurado pela prefeitura em dezembro de 2015. 
Orla da Guanabara Prefeito Luiz Paulo Conde
O eixo que se forma ao longo deste caminho que homenageia o arquiteto, urbanista e ex-prefeito do Rio que sempre defendeu a demolição do Elevado da Perimetral reúne nove grandes praças e proporciona maior contato da cidade com a história do Centro e da Região Portuária, conectando 27 importantes centros culturais do Aterro do Flamengo ao parque da Avenida Rodrigues Alves. Com entrega prevista para o primeiro semestre de 2016, até o momento, as obras da orla atingiram 81% de execução. 

  • Titulo da Imagem

    Prefeitura inaugura trecho da Orla Conde no Porto Maravilha / Foto: Bruno Bartholini

  • Titulo da Imagem

    Prefeito celebra a abertura da área com filho do ex-prefeito Conde / Foto: Bruno Bartholini

  • Titulo da Imagem

    Trecho inaugurado apresenta novas vistas da cidade / Foto: Bruno Bartholini

  • Titulo da Imagem

    Caminha pelo trecho aberto marcou a inauguração / Foto: Bruno Bartholini

  • Titulo da Imagem

    Passagem em forma de bumerangue sob a ponte histórica / Foto: Bruno Bartholini

  • Titulo da Imagem

    Nova área homenageia ex-prefeito Luiz Paulo Conde / Foto: Bruno Bartholini

  • Titulo da Imagem

    Cariocas aproveitam o novo espaço aberto a ciclistas e pedestes / Foto: Bruno Bartholini